Homofobia e preconceito em 'O Mundo Cinza' do autor Jander Oliver

Vem narrar a história de um personagem gay, o  livro fala da sua infância e numa  vida simples que levava numa cidadezinha do interior, onde o preconceito não fazia parte de seu dia a dia, pois as crianças brincavam e eram felizes. O bairro era pequeno e todo mundo se conhecia  a violência e a tristeza não existia.

Já quando adolescente Arthur começa a sofrer pressões de seus colegas, para ver quem era o maior pegador de meninas na escola, era coisa de adolescente, mas que começava incomodar Arthur, onde ele vive uma intensa confusão com ele mesmo, sentia que ele tinha duas pessoas dentro dele e isso era conflitante o tempo todo, para fugir da não aceitação momentânea,  ele  até chega namorar uma menina e  com o tempo ele vê, que não é bem  isso que ele quer para sua vida.

Na faculdade ele começa a cursar o curso de Administração, pois os seus pais queriam que ele fizesse coisas que fossem bonitas para a sociedade, onde um filho cursar administração na época era motivo de orgulho para um pai, mas na verdade Arthur queria fazer outro curso, seus pais jamais deixaram que ele cursasse, pois achavam que era coisa de mulher na cabeça deles, o curso de Administração era uma coisa que exigia muito, os trabalhos da faculdade eram feitos sempre em grupos, onde muitas vezes eram feito na casa de colegas da faculdade,  depois de um ano Arthur conhece o seu amigo Alex, onde começam a ter uma amizade cada vez mais forte e aí nasce entre eles o primeiro amor, onde vivem intensamente esse amor em busca de uma felicidade e de uma vida só entre eles dois.

Pais de Arthur achavam que os dois eram amigos e assim por muitas vezes deixava-os sozinho em casa para viajar, meses se passaram,  onde Artur resolve passar o Ano Novo com seu amor em uma praia e sua família, na volta para casa a família de Alex sofre um grave acidente e com isso Alex vem a falecer, Arthur fica internado por vários dias e depois de sair do hospital ele fica sabendo da notícia que perdeu o seu verdadeiro amor.

Passa-se um tempo e Artur resolve contar para seus pais que ele é gay, com isso vem a rejeição, onde seus pais tomam a decisão de manda-lo para  um mosteiro,  pois essa era a única maneira que tinha de livrar de Arthur, para eles o filho era vergonha daquela cidade e seus pais ficavam se perguntando o que as pessoas iriam falar, com isso Arthur é forçado a deixar o país.

Depois de alguns anos no mosteiro, resolve sair, pois acreditava que estava pecando contra Deus e também estava lá contra sua vontade e que não seria justo tentar enganar a si próprio, e com isso ele se sentia um pecador, pois ele não pensava em outra coisa a não ser ele mesmo.

Sua chegada ao Brasil é complicada onde ele não tem sequer o mínimo para viver e morar, pois sua vida começaria do zero, depois de alguns dias na rua.

Consegue arrumar um trabalho, depois de alguns anos andando por São Paulo e conversando com amigos ele começa a conhecer os lugares que os homossexuais frequentavam, pois Artur não estava muito bem, pois ele era um menino ingênuo, que já havia sofrido algumas desilusões amorosas, o mundo  passa  oferecer muitas coisas e aí ele acaba se perdendo em seus sentimentos e começa a viver uma vida de sexo desregrado, sem se preocupar com sentimento de ninguém, o sexo passa a ser algo viciante em sua vida até o momento que ele chega ao fundo do poço, onde ele pensa em se matar.

Depois de três meses no hospital, volta para sua casa, ele descobre que não tinha mais moradia, Onde é forçado a morar na rua, onde precisa fuçar  lixo para poder matar a sua fome e ter que lidar com os homens que lhe procuravam para fazer sexo através de dinheiro ou até mesmo muitas vezes por um prato de comida, assim foram alguns anos de sua vida pelas ruas de São Paulo.

 Num belo dia se sentou à beira de uma sarjeta e começou a pedir a Deus para que lhe desse uma segunda chance, porque queria ser uma pessoa diferente e começar tudo de novo.

 Em meio aquele monte de carros que ali passavam,  um carro preto apresentou problemas e parou próximo a Arthur, onde uma senhora desceu do carro e avistou naquele canteiro e lhe perguntou se sentia fome.

Alguns anos depois Dona Marisa havia transformado Arthur em um homem reconhecido pela sociedade através de seu talento, o sonho de menino havia se concretizado através daquela senhora, pois ele começa carreira internacionalmente reconhecida pela sua dedicação em seus produtos.

Link para compra do livro:

https://www.clubedeautores.com.br/book/247998--O_mundo_Cinza#.W2Nwv9JKjIV

 

Vídeo em Destaque

linkedin

Em destaque

logo com o ISSN

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya