História de Esquecimento - Inaldo Tenório de Moura Cavalcanti

“História de Esquecimento” é lançado com sucesso pelo autor Inaldo Tenório de Moura Cavalcanti.

O evento de lançamento do livro “História de Esquecimento”, realizado no Memorial da Medicina do Estado de Pernambuco, foi um sucesso.

O livro é composto por 20 textos. A ambientação fica por conta da imaginação do leitor, que vai se envolvendo e caminhando no enredo de cada texto publicado.

A memória, seja nas lembranças ou no esquecimento, é o caminho pelo qual os contos estão trilhando. Em “Tiraram-me de mim” é a vida da esposa que ele perdeu que pesa em sua memória, levando-o à inexistência; “Lembranças”, é um triângulo amoroso com um vazio, é a impossibilidade de qualquer encontro; “História de esquecimento”, como o título já diz, o título do livro, trata de uma senhora que não consegue lembrar do rosto do pai... Esquecimento é a temática principal que traz, na ausência, lembranças indesejadas. A vida, com suas memórias, é a temática que corre entre todos os contos, como uma linha a uni-los.
Com uma prosa marcadamente poética, “História de Esquecimento” passeia pelos caminhos da existência humana através de personagens e narradores maturados em vivências que ora avivam as lembranças, ora as apagam, deixando-os em um emaranhado de teias de pensamentos e ausências, buscas e perdas; sentimentos que povoam suas cabeças e seu esquecimento.
O autor, com uma narrativa muito particular, envolve o leitor em tramas bem construídas, vívidas, límpidas – arquitetadas na simplicidade ou na complexidade – com uma poesia que dar à sua prosa uma beleza ímpar, fulgurante a mentes e corações. Contos profundamente vivos.
Os personagens são muito puros, têm simplicidade na alma, no entanto, trazem a complexidade humana. Não há marcação de diálogos. Eles circulam pelos contos como observadores, meio que etéreos em alguns momentos, outras vezes narradores; ora bem presentes, ora viajantes pelas histórias. O personagem de “Encarceramento” e de “Tiraram-me de mim”, são densos, envoltos em uma tragédia de onde não podem ser libertados, mas, muito fortes.
Inaldo Tenório de Moura Cavalcanti, poeta/escritor pernambucano, é natural da cidade da Pedra-PE. Reside hoje em Recife-PE. Tem quatro livros de poesias publicados. Em prosa, já publicou “Meu Pai e Outros Contos”, “Paisagens da Janela”, “De onde se pode ver o invisível” e um romance, “O Colecionador de Cavalos”. Seu livro de contos “Licor de Cereja”, recebeu a Menção Honrosa no concurso internacional de contos da UBE- RJ em 2015. Além de participação em diversas Antologias pelo Brasil. É membro da União Brasileira de Escritores de Pernambuco.

Facebook do autor:
https://www.facebook.com/Inaldo-Ten%C3%B3rio-De-Moura-Cavalcanti-1574778629406891/

Fonte: Divulga Escritor
https://www.facebook.com/DivulgaEscritor/
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

linkedin

Em destaque

logo com o ISSN

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya