Cidade da Lapa no Paraná é destaque histórico e literário

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Valeria Borges da Silveira

Formação: Administração-habilitação em Comércio Exterior. Especializações: Direito e Gestão Empresarial; Gestão, Orientação e Supervisão Escolar; Gestão Cultural; Gestão de Eventos; Gestão em Projetos Turísticos e; Credenciamento em Jornalismo. Atuações: Itaipu Binacional (1992-1994); Fiep (1995-1999); Diretora/Coordenadora  Faculdades do Paraná (1999-2008); Diretora de Turismo da Lapa-Pr (2005-06); Secretária de Cultura e Turismo da Lapa-Pr (2009-2012). Escritora, Poetisa e palestrante. Coordenadora da UTIL – Universidade da Terceira Idade da Lapa.

Diretora Santa Barbara Produções (desde 2013). Presidente Associação Literária Lapeana. Presidente do Instituto Borges da Silveira. Diretora Cultura ACCUR – Academia de Cultura de Curitiba. Coordenadora Cultural Instituto Histórico e Cultural da Lapa. Membro Centro de Letras Paraná, Academia Paranaense da Poesia, Centro Paranaense Feminino de Cultura, Academia Feminina de Letras do Paraná, Academia de Letras e Artes de Pato Branco. Livros publicados: Rastos, Tantos Eus e Reticências – de poesias. Livro “Lapa Tropas e Tropeiros – Caminhos da História” (coautoria Maria Ines Borges da Silveira). E participação e organização de diversas coletâneas.

Dividir experiências, relatar vivências e sentimentos. “... E as palavras correm soltas no papel... nem perfeitas, nem eternas, nem mesmo algo mais absoluto. Sou isca de minha própria vida, palavra.”

Boa leitura!

 

Escritora Valéria Borges da Silveira, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor – especial Mulherio das Letras. Conte-nos, o que a motivou a escrever um livro sobre a cidade da Lapa, no Paraná, em parceria com a sua mãe, a escritora Maria Inês Pierin Borges da Silveira?

Valéria Borges -  Minha família – tanto materna quanto paterna – tem suas origens na cidade da Lapa-Pr. E pensando em uma boa divulgação da cidade eu e minha mãe pesquisamos sobre a história da Lapa, o “ontem” e o “hoje” e resolvemos escrever o livro “Lapa Tropas e Tropeiros – Caminhos da História”. Esse livro foi publicado em 2006 e teve sua segunda edição em versão bilíngue em 2009.

 

Apresente-nos “Lapa Tropas e Tropeiros – Caminhos da História”?

Valéria Borges -   Um livro que contempla a história da Lapa-Pr como um todo, desde sua origem, fundadores, centro histórico, etc.  Falando um pouco sobre a cidade da Lapa-Pr – uma cidade histórica, que contempla vários tipos de turismo – desde o turismo místico (com a Gruta do Monge), religioso (com as festas de Santo Antonio – padroeiro da cidade e São Benedito, além das tradicionais exposições de “tapetes de Corpus Christie”), de lazer (pousadas rurais), histórico-cultural (centro histórico contempla 14 quarteirões tombados pelo patrimônio histórico). Além de ter uma importância muito grande pela participação na Revolução Federalista em 1894. E o livro contempla fotos belíssimas da cidade. Uma cidade que vale a pena conhecer.

 

Além desta obra literária, você tem publicado 3 livros de poesias, apresente-nos seus livros poéticos.

Rastos – Retrata na sua maior parte o amor na sua plenitude, amor à natureza, amor à família, amor a Deus, amor amizade, amor inacabado, amor sofrido, amor sublime, amor apaixonado, enfim amor vivido em todos os sentidos. As poesias foram intercaladas com fotos minhas e de pessoas e passagens importantes da minha vida. Esse livro retrata meus momentos de maior sensibilidade, onde busco transcrever o sentimento que vem “da alma”, por isso, com certeza esse livro retrata um pouco de mim.  

Tantos Eus – Apresentação pela autora: Conta histórias... de momentos, de pessoas, de lugares, de vivências... Tantas fases! Um livro que retrata sensibilidade e meu sentimento de amor à vida... Algumas poesias fazem voltar ao passado, outras fazem sorrir ou chorar... São poesias de hoje e de ontem, que nos levam a recordar, sonhar, a amar...O livro tem ilustração de uma amiga artista plástica.

Reticências – Apresentação com o significado de “Reticências” – Três pontinhos que insistem em dizer que nada acabou, que algo sempre está por vir! A vida se faz assim! Nada pronto, nada definido. Tudo sempre em construção. Tanta coisa ainda por fazer... Vivo assim... Numa eterna reticência... Para que colocar ponto final? O que seria de nós sem a expectativa de continuação?

Nesse livro constam poesias escritas em diversas fases e algumas também em homenagens a outros autores e personalidades de renome nacional.

 

 Você está com dois livros em andamento, apresente-nos os seus novos projetos literários.

Valéria Borges -  Estou organizando um livro de textos de minha autoria, uma espécie de coletânea de textos que escrevo desde 2000. Esses textos abordam temas sócio-culturais, educacionais, históricos, de direitos humanos e motivacionais. Pretendo publicar esse livro no segundo semestre de 2019.

Além desse livro estou escrevendo um outro livro sobre “fatos e causos tragicômicos e/ou hilários” desde minha infância. É um livro que abordará um lado um tanto humorístico de “Valéria” - que apenas algumas pessoas conhecem. 

           

Você já organizou várias antologias. Qual a que mais marcou. Comente o por que.  

Valéria Borges -  Desde 2014 participo da organização de antologias. Onde vários autores participam. E o intuito maior é o resgate cultural no sentido de “contar as histórias e vivências” para ciência e conhecimento das gerações futuras. Estou na organização da sexta antologia juntamente com a equipe da Diretoria da Associação Literária Lapeana – da qual sou atualmente Presidente.

Contudo creio que a que mais marcou foi a antologia “Cada Conto um Ponto” – que foi organizada somente por mim e foi o início de todo esse trabalho de resgate cultural, com o objetivo de valorizar e exaltar a memória através do registro de casos e fatos pessoais e de relevância histórica.

 

Onde podemos comprar os seus livros?

Valéria Borges -  Livrarias Cultura – Curitiba-Pr. Livrarias Letra – Pato Branco-Pr. E site: www.livroseciavaleriaborges.com.br

 

Quais os seus principais objetivos como escritora?

Valéria Borges -  Dividir experiências, relatar vivências e sentimentos. “... E as palavras correm soltas no papel... nem perfeitas, nem eternas, nem mesmo algo mais absoluto. Sou isca de minha própria vida, palavra.” (“Apenas Palavras” – orelha do Livro Tantos eus – de minha autoria).

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Valéria Borges da Silveira. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor – especial Mulherio das Letras. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Valéria Borges -  Costumo falar que “onde há uma vontade há um caminho” e procuro levar para minha vida o lema “acreditar em um sonho é apenas o início de uma caminhada de sucesso”.

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

linkedin

Em destaque

logo com o ISSN

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya