Entrevista com a escritora Palmira Heine

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Palmira Heine é escritora, professora universitária, poetisa. Além de uma vasta obra acadêmica, é autora de diversos livros infantis dentre os quais se destacam: O pontinho desapontado, O reino todo amarelo, O autor é você, Amendoim, a tartaruguinha encantada, O lápis mágico, Uma amizade no mundo dos números, Posso contar um conto?, Chapeuzinho no Pelô, Mila, a pequena sementinha e o Sonho de Ritinha.

Possui textos, poemas e contos publicados em diversas antologias nacionais e internacionais, sendo também organizadora da Antologia Contos de Fadas Contemporâneos da Darda Editora e Gotas Poéticas, também da referida editora. Também é autora dos  livros de poemas intitulados A poesia da Língua, Poemas em pequenas doses, Poesilina. É membro da Confraria Poética Feminina, do Coletivo de autoras de literatura infantil e infantojuvenil da Bahia, do Mulherio das Letras. É mãe amorosa de duas lindas crianças e adora escrever para o público mirim.

“O livro fala sobre a importância de criar laços, mas também sobre todo o processo de transformação da semente em flor. Esse processo pode ser um pouco doloroso inicialmente, mas para ser flor, ele é necessário.”

Boa leitura!

 

Escritora Palmira Heine, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor – especial Mulherio das Letras. Conte-nos, em que momento decidiu dedicar-se a escrita da literatura infantil?

Palmira Heine - Escrevi o meu primeiro livro infantil aos dezenove anos (Mais de 20 anos atrás) naquela época, não havia tanta facilidade de publicação de um livro de forma independente. Esse primeiro livro tinha ilustrações simples em preto e branco e era uma edição bastante modesta. Anos se passaram, me dediquei à vida acadêmica (mestrado e doutorado) e deixei um pouco a literatura de lado, até que um dia, ela me chamou e me interpelou a voltar a escrever. Retomei as atividades depois de me tornar mãe. Com a inspiração proveniente das minhas experiências com meus filhos, retomei a escrita de livros infantis e hoje tenho onze livros publicados.

 

Como surgiu “Mila, a pequena sementinha”?

Palmira Heine - Mila surgiu a partir de uma reflexão trazida por minha pequena filha que um dia afirmou que nunca queria crescer e sempre queria ser criança para nunca parar de brincar.  Pensando nisso, surgiu a ideia e inspiração de falar de uma pequena semente que não queria criar raízes pois adorava brincar e viajar nas barbas do vento, até que descobriu estar se tornando uma linda flor amarela.

 

Qual a mensagem que deseja transmitir por meio da leitura desta obra literária?

Palmira Heine - O livro fala sobre a importância de criar laços, mas também sobre todo o processo de transformação da semente em flor. Esse processo pode ser um pouco doloroso inicialmente, mas para ser flor, ele é necessário.

 

Além de Mila, você tem outros livros voltados para o público infantil. Apresente-nos as obras publicadas.

-O pontinho desapontado - a história de um ponto final que queria se tornar uma vírgula,

-O reino todo amarelo- A história de um reino todo colorido que se torna todo amarelo após a chegada de um rei que não suportava as cores

- O autor é você- livro em que a criança é levada a construir seu próprio livro a partir de pistas deixadas pela autora no decorrer das páginas

- Amendoim, a tartaruguinha encantada- História de uma tartaruga marinha que  ficou presa numa embalagem plástica, tendo ficado, por isso, com o corpo em foram de amendoim

- O lápis mágico- História de uma menina chamada Maria que um dia encontra um lápis mágico. Com ele, tudo o que ela desenhava se tornava realidade. A menina começa a desenhar sem parar, e a ter tudo o que quisesse. O livro trata da tensão entre o ter e o ser, de forma metafórica.

- A dieta maluca das Letras- Um dia, após assistir no jornal das letrinhas a uma reportagem sobre alimentação saudável, as letras  E e O resolvem fazer uma dieta, mas o I cozinheiro vai gerar a maior confusão.

- Chapeuzinho no Pelô- Reconto da história de Chapeuzinho vermelho. A menina chega a Salvador juntamente com a mamãe e a vovozinha, mas é seguida por Dom Lobão, o irmão do famoso Lobo mau. Junto com o capoeirisita Zeca Poeira, eles vão viver uma aventura regada a dendê.

- Posso Contar um conto?- Livro com pequenos contos destinados ao público infantojuvenil tratando de diversos temas.

- O sonho de Ritinha- Livro que conta a história de uma menina que sonhava em se banhar no mar, mas sua mãe não deixava por considerar o mar traiçoeiro. No entanto, pela janela da casa onde morava, Ritinha conversava com um barquinho que via todos os dias cortando as águas do mar que apreciava pela sua janela, contando a ele seu sonho.

 

Além da literatura infantil você escreve poesias. Apresente-nos “Poesilina”

Palmira Heine - Poesilina é um livro de poemas que faz uma paródia com  um remédio. A poesilina deve ser consumida sempre que houver vazio na alma, sem moderação.

Como foi a escolha do titulo para esta obra literária.

Palmira Heine - A escolha do título é uma intertextualidade com o nome penicilina, antibiótico utilizado para combater infecções bacterianas diversas. A paródia com o nome do remédio se dá porque a poesia é um remédio para a alma.

Apresente-nos um dos textos publicados nesta obra.

Palmira Heine - A obra é composta por micropoemas (como cápsulas), como o colocado a seguir:

Verso mole em alma dura, tanto invade até que cura (Palmira Heine)

 

Sabemos que cada texto tem um pedacinho do autor, comente sobre o momento de criação deste texto.

Palmira Heine - O momento da criação envolve vivências e impressões do autor e isso, muitas vezes, reflete um transbordar da alma de quem escreve.

Onde podemos comprar os seus livros?

Palmira Heine - Podem adquiri-los na lojinha https://asasdaleitura.loja2.com.br/ e na Amazon

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Palmira Heine. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor – especial Mulherio das Letras. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Palmira Heine - Eu que agradeço a oportunidade. Para os leitores digo que procurem prestigiar autores nacionais, que possuem obras de qualidade mas não têm ainda projeção na grande mídia.  

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

linkedin

Em destaque

logo com o ISSN

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya