Romance escolar é destaque em 'A flor dos meus olhos'

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Emerson Lima Gondim Filho, nascido na cidade de São Luís, capital do estado do Maranhão em 1992, onde residiu até a idade adulta e se tornou acadêmico de design na Universidade Federal do Maranhão - UFMA, atualmente residindo em Teresina, capital do estado do Piauí, estudando atualmente na Universidade Federal do Piauí - UFPI, sendo acadêmico de medicina na referida universidade.

Católico e membro do Movimento dos Focolares. Ainda desenha nas horas vagas e está se preparando para fazer especialização em psiquiatria e mestrado em bioética. Admirador da filosofia brasileira, em especial a filosofia concreta de Mário Ferreira dos Santos.

“O livro procura inverter a perspectiva, frequentemente implícita em muitas obras, da vida humana em função dos sentimentos, mostrando estes como algo que existe em função do homem e não o contrário.”

Boa Leitura!

 

Escritor Emerson Lima Gondim Filho, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que o motivou a ter gosto por romances?

Emerson Gondim - Também é um prazer para mim poder ser entrevistado pela revista Divulga Escritor. Acredito que meu gosto por romances se deva a influência que vários romancistas tiveram ao longo da minha vida como leitor. Apesar de ainda nutrir um gosto especial por contos de fadas, que vem desde a minha infância (e isso ter influenciado inclusive a escolha do nome do personagem principal em "À flor dos meus olhos"), os romances de modo geral sempre trazem consigo características muito particulares de cada autor, que nos cativam de tal forma que ao se encantar por um romance passamos a nutrir uma simpatia pelas outras obras do autor, mesmo sem ainda as ter lido.

 

O que o inspirou a escrever “À flor dos meus olhos”?

Emerson Gondim - Como já disse muito sabiamente o jovem Peter Parker, interpretado por Tobey Maguire, no filme do Homem-Aranha de 2002: "como toda história que se preze, é tudo por causa de uma garota". Comigo não foi diferente. Como o próprio título da obra sugere, o livro foi escrito para a flor dos meus olhos, cujo calor e encanto supera até mesmo a pureza do lírio, o ardor das rosas, o perfume dos jasmins e o esplendor dos girassóis, além de ser a mais bela das graças. Sou muito grato a ela por este presente que recebi e torço para que seu gosto por essa leitura seja pelo menos tão grande quanto a minha gratidão por ela. Eu tenho uma participação especial no capítulo 9 do livro, onde explico um pouco melhor essa pergunta, então caso alguém tenha curiosidade é mais um motivo para ler o livro.

 

Apresente-nos a obra (sinopse)

Emerson Gondim - Um adolescente no segundo ano do ensino médio tentando conquistar o coração da menina por quem está apaixonado conta ao leitor um pouco do seu jeito de ver o mundo enquanto narra a história. Depois de algumas tentativas e com a ajuda de seu pai, um amigo atrapalhado, uma donzela de tranças compridas e um jovem extremamente sábio ele descobre o que de fato precisa ser feito...

 

Qual temática está sendo abordada?

Emerson Gondim - Se trata de um romance escolar que aborda os sentimentos como instrumento de amadurecimento pessoal e a importância do amor como meio para solidificar as virtudes que irão direcionar o nosso futuro.  O livro procura inverter a perspectiva, frequentemente implícita em muitas obras, da vida humana em função dos sentimentos, mostrando estes como algo que existe em função do homem e não o contrário.

 

O que mais o atrai em “À flor dos meus olhos”?

Emerson Gondim - Os personagens. É claro que eu sou suspeito para falar, já que, sendo eu seu co-criador, tenho um carinho muito grande por eles, mas acredito que os leitores também irão desenvolver um relacionamento particular com pelo menos alguns deles e isso é muito importante para que se possa desenvolver um intimidade maior com a obra. A história produz um impacto completamente diferente no leitor quando se passa com um amigo, por isso acho que seja muito bom quando a relação dos personagens com o leitor se aproxima o máximo possível deste tipo de relação.

 

A quem indica leitura?

Emerson Gondim - Eu indico para quem gosta de romances em que os personagens dividem com o leitor os seus sentimentos, dúvidas, inseguranças e divagações, para quem gosta de histórias de amor à primeira vista, para quem gosta de uma narrativa “poética, sonhadora e sensível” (na fala de uma leitora e resenhista) e pra quem gosta de leituras com triângulos amorosos e de torcer para o seu casal favorito ficar junto no final.

 

Resuma o romance em duas palavras

Emerson Gondim - Pureza e amadurecimento. Pureza porque sempre foi o meu desejo que esse fosse  o centro do livro. Escolhi a flor-de-lis para ilustrar a capa por ela representar a pureza. Pode-se inclusive dizer que ela também é a flor dos meus olhos, ainda mais do que qualquer outra. Amadurecimento porque o objetivo do livro é mostrar que os sentimentos não tem uma função em si mesmos, mas servem para nos auxiliar no processo de amadurecimento, que é a própria vida. Além disso, acredito que escrever este livro foi um passo importante para o meu próprio amadurecimento pessoal.

 

Onde podemos comprar o seu livro?

Emerson Gondim - O livro físico está disponível nos sites da editora Viseu, Amazon, Lojas Americanas, Submarino e Shoptime. A versão digital está disponível também no site da editora Viseu e Amazon, e nos sites da Livraria Saraiva, Wook, Kobo, Barnes & Noble, Walmart.com, El Sótano, Unicornio Libreria, Casa del Libro, Gonvill Librerias, la Feltrinelli, além do Google Play e iTunes. Quem quiser pode também comprar o livro físico diretamente comigo via direct do Instagram:

https://www.instagram.com/emersonlgondim/  

Editora Viseu

https://www.eviseu.com/pt/livros/581/a-flor-dos-meus-olhos/

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

Emerson Gondim - Ajudar a construir uma revolução na cultura. Não uma revolução construída em cima de ideologias, mas sim um revolução de amor. Não falo de um amor romântico que nos desvia do que realmente importa, mas de um amor que seja verdadeiro, tão verdadeiro que gere transformação na vida das pessoas e, através da vida dessas pessoas, se difunda como um fogo que incendeia os corações de toda a sociedade. Incendiar o mundo com o amor é não só  o meu objetivo como escritor, mas o meu objetivo de vida. Mesmo que esse livro não seja capaz de ascender essa chama no coração de alguém eu espero que ele seja capaz de aquecer pelo menos um pouco o coração de várias pessoas, de modo que quando essa chama, que já existe e já está se espalhando, chegar até eles ela possa se espalhar cada vez mais rapidamente.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Emerson Lima Gondim Filho. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Emerson Gondim - Se de alguma forma a chama do amor tiver se acedido no coração de algum de vocês, então não deixe essa chama se apagar, espalhe-a, seja onde você estiver, na sua família, no trabalho, na escola, na universidade... Mesmo que não seja escrevendo um livro, mas dando um bom dia, um sorriso, um abraço... Lembrem-se sempre que a história mais bonita que podemos escrever é a da nossa própria vida, e essa é a mais importante também. E por fim, quando encontrar alguém que está em um ponto de sua história que não sabe como prosseguir: não perca a oportunidade ajudá-lo a criar o seu próprio final feliz!

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

linkedin

Em destaque

logo com o ISSN

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya