Amor e sexo por Martel Alexandre

Pílula sobre o amor: Não te acho linda e por isso te amo. Te amo e por isso te acho linda. A diferença aqui é importante.

Pílula sobre Sexo: Busca de um prazer próprio. Busca do prazer através de uma fantasia que se simboliza no outro. Uma idealização de algo que não se quer ver, pois ver colocaria em cheque a própria fantasia e o próprio prazer.

Pílula sobre amor e sexo: Amor e sexo são como água e óleo. Amor é ver o outro como real, e mesmo assim gostar. Sexo é idealização. Amor é o prazer do outro como tudo e como basta. Sexo é a idealização do próprio como orgasmo e como desejo. A mágica acontece quando as duas coisas, mesmo que opostas, acontecem em um mesmo momento: amor com sexo, sexo com amor. Momento raro e único. Onde se vê o real em conjuntura idealizada na qual ocorre a busca pessoal pelo prazer juntamente com a troca de prazer. Um clímax mais demorado e inesquecível. Amor que dura. Sexo que dura. Sexo com amor. Amor é substância que não se esvai e não tem picos. Sexo é gráfico senoidal. A combinação seria a ideia de Hayek. Um amor sexual com menores depressões. Uma linha quase reta pouco ascendente.

 

 

 

 

 

 

 

Vídeo em Destaque

linkedin

Em destaque

Recanto da Lusofonia logomarca

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 Renova Livro carto

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance

 

Autor parceiro
Tito Mellão Laraya

 Imagem Tito Laraya