Belas noites de São João pelo poeta de Garanhuns Josenilson Leite

Veio da França onde os nobres
Dançavam com marcação
Transformou-se em quadrilhas
Nas festas de São João
Agradecendo a colheita
E a chuva na Região.

Os fogos de artifício
Uma tradição chinesa
Veio para nossa festa
Alegrar e dar beleza

A típica dança de fitas
Tão bonita e magistral
Veio da península Ibérica
Da Espanha e Portugal.

Uma festa brasileira
Da cultura nordestina
Tem fogueiras e quadrilhas
A nossa festa junina.

Tem também as brincadeiras
Pescaria, corrida do saco
Corrida do ovo e muito mais
Sem falar das simpatias
Para formar os casais.

É um período de homenagem
A três santos com devoção
São Pedro, Santo Antônio
E também à São João.

Época de boa colheita
De alegrias e festejos
Agradecendo aos santos
A chuva pros sertanejos.

Tem pamonha, milho assado
Tem canjica, tem pinhão
Tem cuscuz, milho cozido
Pé-de-moleque e quentão.

É cultura popular
Que arrasta a multidão
No nordeste brasileiro
Festança de tradição.

Chora a sanfona tocando
O triângulo na percussão
E a zabumba marcando
O forró do Gonzagão.

Belas danças de quadrilhas
Nas praças e nos palhoções
Com fogueiras e bandeirinhas
E coloridos balões.

No meu tempo de criança
Com amigos e irmãos
A gente usava bombinhas
E brincava com emoção
Com traques, estalo bé-bé
Peito de véa e bujão.

As famílias se reúnem
Mantendo a tradição
E os fogos iluminam
As belas noites de São João.

 

Contato

smccomunicacao@hotmail.com

Vídeo em Destaque

linkedin

Livraria em destaque

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance